Paula Caju

Canto
Paula Caju, professora do IC&T

“Sempre fui metida a cantar”, conta Paula Caju, professora de canto da EM&T que começou a cantar aos 6 anos na escola, onde, aos 9 anos, integrou o coral. O estudo formal de canto, com técnicas e leitura de partitura, iniciou aos 14 anos, justamente na EM&T, como aluna de Vivi Keller, coordenadora do IC&T.

Paula concluiu o IC&T, fez Custom com a Vivi, fez o LEM (Leitura e Estruturação Musical) também na EM&T e em 2010 foi convidada a dar aulas aqui. Entrou na UNESP para cursar licenciatura em música, se formando em 2016. “A minha formação foi híbrida – assim como é minha obra artística. E busco isso também como educadora, que meus alunos cantem o que faça sentido para eles, mas com todas as ferramentas possíveis”.

Profissionalmente, Paula tem um show com músicas autorais e já participou de festivais estudantis (como o FICO). Sua música tem samba, MPB, rock, bossa nova e vai além do canto: suas apresentações são performáticas, com dança, maquiagem e um conceito abrangente que aparece em suas letras e envolve mitologia, psiquismo e dramaturgia. Suas principais influências são Ney Matogrosso, Elis Regina, Cazuza, Nina Simone e Freddie Mercury.

O trabalho vocal é um trabalho de autoconhecimento. A principal dica para quem quer começar é ‘estude muito’. É importante confiar no próprio potencial e no professor, pois como tudo na vida, o resultado não vem amanhã. O resultado é fruto de um trabalho a longo prazo.

Paula Caju
Redes Sociais