Pedro Cordeiro

Canto
Pedro Cordeiro, professor do IC&T e do projeto On Stage

O primeiro instrumento musical no qual Pedro se aventurou foi o violão, quando tinha 13 anos, pois havia um em sua casa. Junto a isso, veio também o interesse por um game, o ‘Guitar Hero’, que o colocou em contato com diversas músicas – especialmente de rock – e com a ideia de ser instrumentista. Começou a fazer aulas de violão na escola e logo se voltou para a guitarra – o professor o incentivou a cantar, mas ele não considerava isso possível.

O contato com a EM&T foi por acaso: sua mãe, sua maior incentivadora, viu uma pessoa com a camiseta da escola e a procurou na internet. Pedro se matriculou no IG&T, onde estudou com Alex Rodrigues, Silas Fernandes e Faiska. Participava de todas as turmas do On Stage, curso que coloca os alunos para tocarem juntos (Pop Rock, MPB, Instrumental e Heavy Metal). Pedro tocava não só guitarra, mas também baixo e bateria no On Stage. Ao final de quatro anos, foi convidado a auxiliar o professor, Edu Letti, a ministrar as aulas. Até assumir as turmas de Pop Rock, em 2013.

Pedro começou a cantar por acaso, pois sua banda não tinha vocalista, e gostou: iniciou o curso no IC&T, fazendo aulas com Eliete Murari e Vivi Keller. No final de 2016 foi convidado a dar aulas no IC&T. Começou a tocar em bandas e projetos musicais e a viver de música. Suas influências são diversas: vão de Slash e Led Zeppelin a Eric Clapton, de Chris Cornell a Bon Scott.

Estudar é a melhor coisa. Aprender a tocar um instrumento musical, mesmo para quem não irá se tornar músico profissional, traz uma incrível sensação de liberdade. Além disso, é essencial tocar com outras pessoas e não apenas sozinho no seu quarto. É um enorme aprendizado.

Pedro Cordeiro
Redes Sociais