Dia Internacional da Mulher: para comemorar e refletir

 

O Dia Internacional da Mulher é um dia para comemorar as conquistas culturais, políticas e socioeconômicas da mulher. Nossa homenagem é para todas as mulheres, não importa sua raça, crença ou time, seus gostos, idade ou sonhos: que os direitos sejam garantidos a todas.

E já que somos uma escola de música, selecionamos algumas – apenas 15 – das muitas mulheres que fizeram diferença nessa área, seja cantando, compondo ou produzindo, mas, principalmente, abrindo caminho para outras mulheres na música. Elas realizaram muito mais do que isso, aqui temos apenas alguns destaques.

A elas, toda nossa admiração!

Chiquinha Gonzaga: primeira maestrina brasileira, compôs mais de 2 mil músicas, fundou a primeira sociedade protetora e arrecadadora de direitos autorais do país

Nina Simone: primeira pianista clássica, cantora e compositora negra a fazer sucesso nos EUA, símbolo de luta pelos direitos civis dos negros norte-americanos

Janis Joplin: considerada a “Rainha do Rock n’ Roll”, se arriscou num estilo, o rock, que era dominado por homens

Joni Mitchell: pioneira do estilo folk, abriu caminho para as mulheres compositoras

Madonna: redefiniu a cena pop mundial, ousou na música e na estética, mostrando às mulheres que elas podiam chegar lá

Carol Kaye: pioneira no mundo dos graves, desde os anos 60 gravou mais de 10 mil músicas (muitas vezes sem receber os créditos!)

Elis Regina: a primeira estrela da canção popular brasileira, criou a Associação de Músicos e Intérpretes (ASSIM)

Elza Soares: eleita pela Rádio BBC de Londres a cantora brasileira do milênio foi da pobreza ao estrelato, do samba ao hip hop

Lucinha Turnbull: a primeira mulher guitarrista do Brasil, numa época em que mal havia uma cultura guitarrística por aqui

Rita Lee: é a “Rainha do Rock Brasileiro” e influenciou as gerações seguintes de mulheres a se expressarem através da música

Sandra de Sá: cantora e compositora foi uma das fundadoras da AABRARTE, Academia Afro-brasileira de Arte

Tina Turner: Mais de 100 milhões de discos vendidos, 12 prêmios Grammy, entrou para o Guiness Book como o maior show feito por uma cantora solo, ela reuniu 182 mil pessoas no Maracanã, em 1988

Whitney Houston: cantora, compositora, atriz e empresária mais premiada da história (cerca de 400 prêmios) e mais de 300 milhões de álbuns vendidos

Aretha Franklin: a primeira mulher a receber uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood, em 1979

Joan Jett: cantora, compositora, guitarrista e produtora, integrou a The Runaways, primeira banda de mulheres a atingir a fama internacional

 

PARA LER E REFLETIR

E porque hoje é um dia de comemoração, mas é também um dia de reflexão, selecionamos alguns links de artigos e matérias que falam sobre a mulher no mercado musical, confira abaixo.

SÊLA – CONHEÇA
Projeto que busca valorizar a mulher na música em todas as etapas da cadeia produtiva da música.

MATÉRIA NA AGÊNCIA BRASIL – LEIA
Pesquisa: 79% de mulheres que atuam na música são discriminadas

MATÉRIA NO JORNAL DA USP – LEIA
Estudo investiga os desafios enfrentados pelas mulheres na música.

MATÉRIA NA REVISTA ZUMBIDO – LEIA
Por que há poucas mulheres na música?

ECAD: EDIÇÃO MULHERES NA MÚSICA – DOWNLOAD
Estudo sobre a participação feminina na execução pública na última década.

Os comentários estão desativados.

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá!
Seja bem-vindo à EM&T School of Rock. Como podemos te ajudar?

Nosso horário de atendimento é de Segunda a Sexta das 10h às 19h.