O Dia em Que a Música Morreu

Buddy Holly, Ritchie Valens e The Big Bopper
Dia 03 de fevereiro é considerado o “O Dia em Que a Música Morreu”.

VOCÊ SABIA? O dia de hoje, 03 de fevereiro, é considerado o “O Dia em Que a Música Morreu”.

Nesse dia, em 1959, um acidente aéreo nos EUA tirou a vida de três grandes e jovens astros do rock em ascensão: Buddy Holly, Ritchie Valens e The Big Bopper.

TEMPOS DIFÍCEIS PARA O ROCK N’ ROLL
Foi uma notícia dura, especialmente porque o rock já estava sofrendo perdas: em 1957 Little Richard abandonou a carreira musical e virou pastor. No ano seguinte, Jerry Lee Lewis se envolveu em um escândalo ao casar com sua prima de 13 anos e Elvis Presley foi convocado pelo serviço militar.

Quando o acidente tirou a vida de Buddy Holly, Ritchie Valens e The Big Bopper, foi como se o rock tivesse morrido também.

A história do acidente aéreo é retratada no filme “La Bamba” (1987), e também lembrada na canção “American Pie” (1971), de Don McLean, que “batizou” esse dia como “O Dia em Que a Música Morreu”.

INSPIRAÇÃO
Buddy Holly, que morreu com apenas 22 anos, foi um pioneiro: era cantor, guitarrista, compositor e também já gravava e produzia suas próprias músicas. Ele é citado como inspiração para artistas como Beatles e Rolling Stones, entre outros. Sem Buddy Holly, o rock não seria o mesmo.

Nossa dica para hoje é: assistam o filme, escutem a canção de Don McLean e, principalmente, ouçam Buddy Holly, Ritchie Valens e The Big Bopper!

Os comentários estão desativados.

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá!
Seja bem-vindo à EM&T School of Rock. Como podemos te ajudar?

Nosso horário de atendimento é de Segunda a Sexta das 10h às 19h.