Diego Gil

Bateria
Diego Gil é professor de bateria na EM&T
Diego Gil é professor de bateria na EM&T

Diego Gil tinha 7 anos de idade quando sua irmã começou a estudar órgão. Foi numa apresentação da escola da irmã que viu o primeiro baterista em ação e se empolgou: “pai, eu quero tocar esse negócio”. O baterista era Tico Delisa, que acompanhava artistas como Fafá de Belém. Foi o primeiro professor de Diego.

Mais tarde, Diego estudou com Giba Favery (coordenador do IP&T) e Christiano Rocha, na época, professor do IP&T. Já dava aulas particulares quando foi convidado a se tornar professor da EM&T. Continuou estudando – “o estudo não para”, declara Diego – e hoje tem se aprofundado na música indiana.

Suas primeiras influências foram Van Halen, Rush, Led Zeppelin; depois disso conheceu o jazz e o fusion. E então vieram os bateristas Dave Weckl, Vinnie Colaiuta, Dennis Chambers; além dos brasileiros Nenê, Dudu Portes e Edu Ribeiro, entre outros.

Formado em educação física, Diego Gil trabalhou deu aulas de Karatê antes de largar tudo para se dedicar exclusivamente à música por volta dos 20 e poucos anos.

Além das aulas de bateria, Diego tocou em bandas de baile e hoje acompanha cantores e artistas de diversos estilos, tem uma carreira própria e faz gravação de jingles.

O fundamental é ter um bom professor, que vai orientar sobre música, técnica e mercado musical. A gente liga o computador e vê de tudo, tem até aulas de graça, mas o problema é que nem tudo é bom e o iniciante não sabe. Uma técnica de bateria ensinada de forma errada pode prejudicar fisicamente. E sem um bom profissional guiando você vai demorar muito mais para aprender.

Diego Gil
Redes Sociais