Giba Favery

Bateria
Giba Favery é professor de bateria e coordenador do IP&T
Giba Favery é professor de bateria e coordenador do IP&T

Quando Giba tinha 9 anos de idade, seu pai deu uma festa na qual tocou uma banda. O baterista deixou o instrumento montado por lá depois da festa. No dia seguinte, Giba acordou cedo e começou a tocar e não queria mais largar a bateria. O instrumento acabou ficando em sua casa por um tempo.

Então, aos 12 anos, Giba montou uma banda com colegas do colégio. Aos 14, ingressou no CLAM, escola fundada pelo Zimbo Trio, onde ficou até os 18. Nesse meio tempo, se formou dentista e chegou a trabalhar na área por dois anos. Aos 24 anos, enfim, tomou a decisão de ser músico profissional. Largou a odontologia, começou a dar aulas e conquistou, em 1996, uma bolsa de um ano na Berklee College of Music, nos EUA. De volta ao Brasil, se formou em música e fez mestrado em performance musical na UNICAMP.

Giba acompanhou artistas como Eduardo Araujo e Sula Miranda e gravou discos e participou de diversos projetos. Na EM&T, dá aulas desde 1999 e é o coordenador do IP&T. Suas influências vão de Stewart Copeland (Police), John Bonham (Led Zeppelin) e Neil Peart (Rush) a Milton Banana, Carlos Bala, Rubinho Barsotti, Dennis Chambers, Dave Weckl e Vinnie Colaiuta.

É preciso tomar cuidado para não se perder pois hoje a quantidade de informação é muito grande e você corre o risco de ficar só na superfície sem se aprofundar em nada. Eu sugiro que a pessoa procure um bom professor, que tenha paciência e que persista nos métodos – que estude a fundo e não largue no meio do caminho. Comprou um livro? Estude-o até o fim.

Giba Favery
Redes Sociais